Coluna do Frank | Adeus 2017 com Woody

Essa semana 2017 se encerra e o ano termina de maneira festiva para o cinéfilo brasileiro, com o novo filme de Woody Allen.

, por Francisco Carbone

Coluna do Frank | Adeus 2017 com Woody

Essa semana 2017 se encerra e o ano termina de maneira festiva para o cinéfilo brasileiro, com o novo filme de Woody Allen.

, por Francisco Carbone

Olá pessoal!

Essa semana 2017 se encerra e o ano termina de maneira festiva para o cinéfilo brasileiro, que recebe de presente o cineasta mais presente nos cinemas de todo o mundo há mais de 40 anos, Woody Allen.

Seu novo filme chama ‘Roda Gigante‘ e é estrelado por uma incrível Kate Winslet, que tinha tudo para ser indicada ao Oscar até a corrida da categoria dela se tornar uma guerra. Hoje a indicação para Kate é uma meta praticamente impossível: ela não foi indicada a nada esse ano até agora e o filme não teve uma grande recepção entre a crítica americana, ainda que todos a exaltem, merecidamente. Independente de ter ou não uma indicação, sua performance é arrebatadora e seu talento, imenso. No novo filme de Woody, Kate é uma dona de casa sem qualquer perspectiva e cansada de tudo. A chegada de sua enteada não apenas vai provocar conflitos com seu marido como também com seu amante, um salva-vidas com sonho de ser dramaturgo, quando a jovem se interessar por ele sem saber do caso da madrasta. Ainda com Justin Timberlake e James Belushi no elenco, o filme tem aquela típica mistura de tragédia com comédia de Woody e deve agradar em cheio aos fãs do cineasta.

O outro lançamento da semana vem em gigantesca escala, e deve ser o hit nacional do verão. ‘Fala Sério, Mãe!‘ une na mesma mistura a adaptação do grande sucesso literário de Thalita Rebouças às estrelas Ingrid Guimarães e Larissa Manoela, que já estão lotando os cinemas nas pré estreias. Depois da surpresa do fim de ano ‘Os Parças’ se tornar o lançamento mais visto do ano em 2017, o novo longa de Pedro Vasconcelos com certeza já nasce com vocação pra arrasa quarteirão. De olho no público jovem de Larissa e nos fãs adultos de Ingrid, além do espectador em busca de diversão para toda família que Paulo Gustavo tão bem tem feito nos últimos anos, o filme mostra a difícil relação entre uma mãe moderna e sua filha quando criança e depois adolescente, que vem mostrar que de moderna essa mãe só tinha a vontade de ser. Com um elenco cheio de participações especiais inclusive com Paulo Gustavo, o filme deverá dominar as férias de janeiro pelo menos até o fim do mês, quando a adaptação para os cinemas da série juvenil Gaby Estrella estrear. Até lá, as filas pra ver Ingrid e Larissa deverão ser enormes e inevitáveis.

O terceiro importante lançamento da semana é o segundo lançamento no ano do diretor Raoul Peck. Ele foi indicado ao Oscar no início do ano pelo seu belíssimo ‘Eu Não Sou Seu Negro‘, filme que apareceu em todas as listas de melhores do ano. Seu novo filme apareceu no festival de Berlim desse ano, ‘O Jovem Karl Marx‘. O filme mostra o que o título já diz, a juventude de Marx, que aos 26 anos embarca para o exílio junto com sua esposa, Jenny. Na Paris de 1844, ele conhece Friedrich Engels, filho de um industrialista que investigou o nascimento da classe trabalhadora britânica. Juntos, os dois jovens de mundos e origens tão diferentes e entre a censura e a repressão, os tumultos e as repressões políticas, irão liderar o movimento operário em meio a era moderna. O filme é uma peça importante para contar um período chave da história política mundial, que serão moldados por dois jovens que só pensam em mudar o mundo para melhor.

Esses foram os lançamentos que fecham o ano e semana que vem a coluna fala dos que abrem o ano, e teremos também uma lista com as datas dos prováveis indicados ao Oscar, cuja lista sai no próximo dia 22. Até lá.