Coluna do Frank | Férias para pais e filhos

É tempo de férias, e os cinemas recebem produções tanto para as crianças quanto para os adultos. Confira!

, por Francisco Carbone

Coluna do Frank | Férias para pais e filhos

É tempo de férias, e os cinemas recebem produções tanto para as crianças quanto para os adultos. Confira!

, por Francisco Carbone

Olá, pessoal!

Já é férias por aqui (inclusive no Não Me Critica) e imagino que vocês já sentiram os últimos lançamentos cinematográficos típicos, que atraem toda a família e mantém entretidos os pequenos enquanto seus pais dão a volta nos shoppings. Nas últimas semanas recebemos produções que já se confirmaram sucessos como ‘Meu Malvado Favorito 3’, ‘Homem Aranha: De Volta ao Lar’ e ‘Meus 15 Anos’. A partir dessa semana e pelas próximas, os cinemas terão engarrafamentos de produções do gênero, indicadas a crianças e adolescentes em férias escolares e ávidas por diversão. A saga da Pixar ‘Carros’ chega a terceira edição e promete novas aventuras velozes e furiosas com Relâmpago McQueen e sua turma. Da nossa própria fornada, vem ‘Detetives do Prédio Azul’, que fez muito sucesso enquanto série do canal a cabo Gloob e agora chega às telonas prometendo muitos mistérios com esse trio de amigos dispostos a desvendá-los. Também vindo de franquia mas na quinta edição temos um novo ‘Transformers’, ainda dirigido por Michael Bay e protagonizado por Mark Wahlberg novamente, para contar uma aparente última parte da saga que envolve robôs alienígenas que querem dominar a Terra disfarçados de carros. E desconfio que toda a família irá cair de quatro com um dos documentários mais elogiados do início desse ano, o turco ‘Gatos’, que mostra a vida de sete felinos na Turquia e suas histórias de amor pelos seus donos.

Mas lógico que toda essa gama de opções infanto-juvenis não tirou das salas de exibição opções adultas, algumas eu diria até meio cabeças, como é o caso de ‘Poesia sem Fim’, novo longa metragem do lendário Alejandro Jodorowski a ganhar nossas telas. O filme é mais uma rememoração do grande cineasta chileno em cima do seu próprio passado, como vem fazendo em seus últimos filmes. Em suas memórias de infância traduzidas em imagens, Jodorowski homenageia toda a cena artística chilena do século XX num filme repleto de poesia, mas só indicado aos iniciados do cineasta de ‘A Montanha Sagrada’. Trata-se de um produto hermético e desafiador como poucos, e é muito bom ver nosso circuito receber esse tipo de produção.

Também desafiador é a produção portuguesa ‘Cartas da Guerra’, de Ivo Ferreira. Concorrente do Festival de Berlim do ano passado e candidato de Portugal ao último Oscar de filme estrangeiro, o filme acompanha a trajetória do médico Antônio, que enviado durante a Guerra Colonial Portuguesa para uma das mais violentas zonas de Angola. Lá chegando, sua única alegria e forma de fugir dos horrores locais é manter sua correspondência com a noiva que deixou em seu país, que ele acaba se agarrando como tábua de salvação em meio a tristeza. Com o astro Ricardo Pereira no elenco, o filme infelizmente é um raro caso de produção portuguesa a chegar no país, o que só aumenta sua importância no nosso circuito.

Para fechar a semana temos um belo drama romântico francês, ‘A Vida de uma Mulher’. Dirigido pelo incrivelmente talentoso Stéphane Brize, o filme competiu no último Festival de Veneza e foi indicado a inúmeros Cesar (o Oscar francês), incluindo sua protagonista Judith Chemla. Ela vive Jeanne, uma jovem que retorna a casa dos pais após anos de estudo e, enquanto os ajuda na administração, se apaixona por um visconde local. Sendo correspondida, o casamento logo vem e sua vida ganha novo rumo. O que ela não sabia era que seu marido na verdade escondia sua personalidade cafajeste, infiel e avarenta, mudando a vida de Jeanne para pior. Baseado na obra de Guy de Maupassant, o filme fez sucesso no último Festival Varilux de cinema, no mês passado.

Então é isso, meus caros… Semana que vem tem mais coluna e aproveitem vocês também as suas férias. Até lá!