Leitores Em Série | Os 25 Anos do Cartoon Network

Em 25 anos de existência, o Cartoon Network exibiu desenhos que marcaram várias gerações.

, por Laura Vidaurreta

Leitores Em Série | Os 25 Anos do Cartoon Network

Em 25 anos de existência, o Cartoon Network exibiu desenhos que marcaram várias gerações.

, por Laura Vidaurreta

Se você era criança na década de 90, pode falar com orgulho que fez parte da primeira geração de espectadores do Cartoon Network. Esse ano, o canal responsável pela maior parte dos melhores desenhos que marcaram a nossa infância está completando 25 anos, e para comemorar essa data, resolveu lançar um vídeo, relembrando grande parte desses sucessos.

Lançado em outubro de 1992, o canal começou suas atividades exibindo reprises de desenhos da Warner Bros., MGM e Hanna-Barbera. Apesar de não ser o primeiro canal a cabo voltado para o público infantil (o Nickelodeon foi lançado em 1977), o Cartoon foi o primeiro a ter uma programação exclusivamente cartunesca. Seu sucesso foi tão grande que, em 1994, o canal já estava entre os cinco mais populares da TV a cabo americana.

A partir de 1993, o canal passou a investir em conteúdo original e animações independentes, mas sem deixar de lado os clássicos. O primeiro desenho exclusivo do Cartoon foi o The Moxy Show, uma antologia sobre o cachorro, Moxy, e a mosca, Flea. Em 1994 foi fundado o Cartoon Network Studios, que deu início ao Desenhos Incríveis, um projeto de curtas metragens que abria espaço para novos artistas. Nada mais, nada menos do que 82 curtas foram apresentados nesse projeto, dentre eles, alguns que se tornariam os maiores sucessos do canal.

E por falar em sucesso, vamos relembrar alguns dos desenhos que marcaram época e se tornaram a marca do Cartoon Network.

Space Ghost – De Costa a Costa

Essa foi a primeira animação completamente original do Cartoon Network. Space Ghost – De Costa a Costa estreou em 1994 e era uma paródia de talk shows que reutilizava de trechos da antiga animação do estúdio Hanna-Barbera para criar um programa de entrevista, em que o herói entrevistava celebridades da época e interagia com seus vilões clássicos. Space Ghost – de Costa a Costa foi produzido de abril de 1994, até maio de 2008.

Laboratório de Dexter

Laboratório de Dexter foi o primeiro curta apresentado pelo Desenhos Incríveis a ganhar sua série própria em abril de 1996, graças a uma votação popular. O desenho contava a história de um menino prodígio, Dexter, que possui um laboratório secreto escondido em seu quarto, e entre um experimento e outro, precisa lidar com sua encapetada irmã mais velha, Dee Dee, e seu arqui-inimigo, Mandrak. Além das quatro temporadas produzidas e exibidas pelo canal, Laboratório de Dexter também possui um especial de uma hora, chamado A Viagem de Dexter.

Apenas Um Show

Depois de um período de declínio, onde o Cartoon perdeu um pouco de sua identidade original e tentou apostar em uma programação para crianças mais novas e produções em live-action, o canal retornou para suas raízes. Em 2008, o canal apostou no que seria uma releitura do Desenhos Incríveis, dessa vez intitulada de Cartoonstitute. No entanto o sucesso não foi o mesmo do original, e de mais de 150 curtas exibidos, apenas dois conquistaram a atenção do público. Um deles foi Apenas Um Show, que foi exibido em setembro de 2010 e conta as aventuras de dois amigos incomuns, um gaio-azul chamado Mordecai, e um guaxinim chamado Rigdy, que, para fugirem de seu trabalho no parque municipais, acabam se vivendo aventuras surreais. O último episódio da série foi exibido em janeiro desse ano nos EUA.

Hora de Aventura

Finalmente reencontrando os tempos de glória, o Cartoon anunciou a produção de 14 novas séries em meados de 2011. Entre a nova programação estava Hora de Aventura. A história de Finn e seu melhor amigo e irmão adotivo, Jake, é uma das mais populares entre espectadores de diversas faixas etárias do canal. Sucesso de crítica e público, o desenho já foi, inclusive, tema de estudos acadêmicos. Um deles, da autora Emma A. Jane, cita “Finn e Jake são parte de um expansivo elenco de personagens que não são estereotipados e que populam um programa que subverte vários paradigmas sobre gênero tradicionais”.

As Meninas Superpoderosas

Não há como negar que As Meninas Superpoderosas é um dos desenhos mais importantes da história do Cartoon Network. Saído da mesma safra de Laboratório de Dexter, o desenho das Meninas Superpoderosas estreou no final de 1998 e foi a maior audiência do canal na época. No ano de 2000, o merchandising baseado na marca já movimentava milhões, só nos EUA. O sucesso do desenho foi tão grande, que nem seu criador, Craig McCraken parecia preparado para isso. Em um painel na Comic Con, McCraken declarou “Eu pensei que iria ficar no Cartoon Network e as crianças da escola iriam vê-lo e não haveria um sucesso como foi, nunca imaginei isso”. 

Em 2008, um especial de 10 anos do desenho foi ao ar, junto com uma maratona com os melhores episódios da série. Em 2014, um especial todo produzido em CGI foi ao ar, intitulado As Meninas Superpoderosas: Vacilou, Dançou! e contou com uma canção original do ex-Beatle Ringo Star. Em 2016 foi anunciado um reboot da série, e recentemente fomos apresentados à nova integrante do grupo, Estrelinha, mais velha, de pele negra e cabelos azuis.

Estrelinha será introduzida na história em um especial de cinco episódio, chamado As Meninas Superpoderosas: O Poder das Quatro, que vai ao ar dia 19 de outubro.

Então, em 25 anos de Cartoon, quais os desenhos mais importantes pra você? Entre e deixe seu comentário!

  • Thiego Cugler de Pontes

    Omelet du fromagie